Pedro Onofre dirige A Beata Maria do Egito

Em 2010, Rachel de Queiroz completaria 100 anos de vida. Até agora ninguém se manifestou sobre isso em nossa triste Alagoas; mas a cearense tem murachel-de-queirozito a ver com a contribuição de Alagoas às letras brasileiras. Aqui, ela e seus amigos (acima citados) iniciaram o Movimento Regionalista que mudou a história da Literatura Brasileira.

Rachel também se dedicou à dramaturgia e uma de suas peças mais representadas foi “Beata Maria do Egito“(1958). Esse texto já foi montado (1960), pelo dramaturgo e cineasta alagoano, Pedro Onofre(foto). Segundo Onofre, “a peça conta a estória de uma beata, fanática do Padre Cícero Romão Batista, que saíra pelo sertão nordestino aliciando jagunços para combater em favor do Juazeiro, contra as forças legalistas do governo do Ceará” – explica Pedro Onofre. Esta peça foi encenada pela primeira vez em Maceió pelo Teatro Cultura do Nordeste, sob a direção do dramaturgo e diretor Pedro Onofre, com o seguinte elenco: Tenente – Jofre Soares; Cabo Lucas – Estácio de Menezes; Coronel Chico Lopes – Pedro Onofre Beata, interpretada pela atriz Elza Montenegro.

 

Publicado originalmente em: http://peonofre.blogspot.com.br/ – quarta-feira, 12 de maio de 2010

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *